Aulas Lanagro

ae20c100d33decc516981341386bdd0e

Pagina disponibilizada exclusivamente  para postagem das aula do concurso Lanagro

Informática

Material das Aulas de informática AULA 01 aula 01 informatica (Hardware) - WORD aula 01 informática (Hardware) - SLIDE AULA 02 aula 02 informatica (exercicio) - WORD AULA 03 aula 03 – informática – (hadware) - Word aula 03 – Informática -(hadware) - Slide

Ver página »

Língua Portuguesa

           Material das Aulas de Língua Portuguesa  Conteúdo Programatico  conteúdo programático – Lingua portuguesa AULA 01 Lingua Portuguesa – aula 1 AULA 02  Língua Portuguesa – aula 02                    Lingua Portuguesa – aula -02 continuação AULA 03 Lingua Portuguesa – aula 03   …

Ver página »

Matemática

Matemática 01 – Prof. Everton Campos   Teoria dos conjuntos,conjuntos numéricos e intervalos - Aula 01 Relação Binária - Aula 02 Funções -  Aula 03 Produto Cartesiano - Aula 04 Matemática 02 – Prof. Marcus Vinicios

Ver página »

3 comentários

  1. Charles Mesquita

    Galera o edital vai sair mais breve do que pensávamos. Avaliem essa entrevista.

    Charles Mesquita

    MAPA – Coordenador fala sobre data do edital e aumento das vagas
    Escrito por Administrator
    Para aqueles interessados em garantir uma das 736 vagas oferecidas, inicialmente, pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, algumas notícias podem servir como um estímulo a mais para focar nos estudos. Em entrevista exclusiva à FOLHA DIRIGIDA, o coordenador geral de Administração de Pessoas do Mapa, José Luíz da Silva, garantiu: o órgão pretende solicitar mais 50% das vagas ao Ministério do Planejamento, após a homologação do concurso. Ele destacou também a necessidade de divulgar o quanto antes o edital, já que o órgão sofre com carência de pessoal devido ao grande número de aposentados nos últimos anos. O coordenador adianta que o documento deverá ser divulgado antes da data prevista. Ou seja, até o final de agosto os candidatos poderão ter acesso a todas às informações do concurso (leia também a matéria Excluído cargo de engenheiro agrônomo). Confira, abaixo, a entrevista completa do coordenador.

    Folha Dirigida – Qual a importância deste concurso que o Mapa vai realizar para 736 em diversos cargos dos níveis médio, médio/técnico e superior?
    José Luíz da Silva – A evasão de servidores aposentados foi muito grande e o principal objetivo do concurso é repor essa mão de obra.

    O pedido original feito ao Ministério do Planejamento era de 3.204 vagas, sendo 2.512 para os cargos da área de apoio e 692 para fiscal. Essa é exatamente a carência de pessoal em todo o país?
    Mais ou menos. A gente não tem um quantitativo exato com relação a essa demanda, mas a quantidade que foi dada não atende a nossa necessidade. Nós pedimos bem mais que isso, mas o Ministério do Planejamento não liberou.

    O que o Ministério do Planejamento alegou para não autorizar o quantitativo solicitado? E que área pode ser mais afetada com a redução dessas vagas?
    O orçamento. As vagas oferecidas foram baseadas na disponibilidade orçamentária do Ministério do Planejamento. A área que possui maior visibilidade e que provoca mais impacto na sociedade é a área de fiscalização, principalmente na área de fiscais federais e nos laboratórios.

    Anteriormente, o senhor ressaltou que a necessidade do concurso está embasada, principalmente, por desfalques em consequência das aposentadorias. Ainda há muitos servidores com idade para se aposentar?
    Existe sim. A expectativa é que muita gente se aposente ainda este ano.

    De que forma a carência de pessoal prejudica a boa atividade desempenhado pelo Mapa, tanto na área de apoio como na área de fiscalização?
    A demanda de serviço é crescente. O agronegócio só vem aumentando: aumenta produção, aumenta exportação e a quantidade de servidores para atender a este segmento está cada vez mais diminuindo. Aumenta a demanda e diminui o quantitativo de pessoas que dão apoio a essas atividades. Então, nosso objetivo é equilibrar e aumentar esse quantitativo de pessoas.

    A Anffa Sindical informou que a oferta será ampliada em 238 oportunidades. O Mapa confirma a informação? Vai sair uma outra portaria do Ministério do Planejamento ampliando as vagas?
    Foi feita uma negociação e o Ministério, inclusive, já oficializou isso com o Planejamento, mas ainda não foi publicado nada a respeito. Com relação à portaria, isso é uma estratégia do Ministério do Planejamento. Eles podem tanto publicar uma nova portaria alterando o quantitativo que temos hoje, como eles podem não publicar a portaria e autorizar o provimento.

    Essas 238 vagas extras seriam só para fiscal ou vão abranger também os cargos da área de apoio?
    Não. Temos outros cargos.

    Nesta segunda, dia 1º de julho, foi publicada uma retificação da portaria que autorizou o concurso. As duas vagas para o cargo de engenheiro agrônomo foram retiradas e passadas para a função de administrador. Por que foi feita essa mudança?
    Porque o pessoal achou incoerente fazer concurso para engenheiro agrônomo já que uma das escolaridades exigidas para ser fiscal federal é justamente ser formado em engenharia agronômica. O salário de um fiscal, no entanto, é de aproximadamente R$11 mil, enquanto um engenheiro agrônomo ganha pouco mais de R$3 mil. Não havia muita lógica. Não teríamos candidatos para esta oportunidade.

    Todos os estados vão receber vagas nesse concurso, tanto na área de apoio como de fiscal agropecuário?
    Todos os estados vão receber na área de fiscalização. Já na área administrativa não são todos não, mas a maior parte.

    Segundo a Associação Nacional dos Fiscais Federais Agropecuários (Anffa Sindical), as vagas de fiscal agropecuário serão destinadas aos graduados em Agronomia (86), Veterinária (83), Química (2) e Zootecnia (1). É isso mesmo ou haverá alguma alteração?
    Não tenho como confirmar essa informação, pois não tenho a tabela em mãos. Mas na carreira administrativa haverá outras possibilidades. Terá para administrador, contador, agente administrativo, psicólogo e outras.

    A organizadora do concurso vai ser escolhida esta semana? Quais estão no páreo?
    Sai ainda esta semana. Nós mandamos documento para 15 organizadoras, mas nós ainda não abrimos as propostas… Então, não tenho como adiantar essa informação.

    O limite para a divulgação do edital é 18 de setembro. No entanto, o objetivo do Mapa é divulgar o edital até agosto, no máximo?
    O mais rápido possível. Gostaríamos que fosse divulgado até o final de agosto.

    Será um único edital ou serão divulgados dois editais, sendo um para fiscal e outro para a área de apoio? E em que mês pretendem abrir inscrições, aplicar provas e homologar o concurso?
    Será um único edital. Quanto ao cronograma, só vamos montar a partir da assinatura do contrato com a organizadora. A gente vai escolher a banca ainda esta semana e só a partir disto teremos as datas.

    A seleção será composta somente por provas objetivas? Haverá outras etapas?
    Além da prova objetiva, também teremos uma prova subjetiva.

    E como seria essa prova subjetiva?
    Poderia ser uma redação, por exemplo.

    O Mapa tem pressa na convocação dos aprovados? Pretendem iniciar a convocação assim que o concurso for homologado?
    Exatamente. Assim que o concurso for homologado vamos dar início às convocações.

    Muitos candidatos cobram informações se os programas do último concurso, tanto para fiscal como para cargos da área de apoio, vão ser mantidos. O que o senhor pode informar sobre isso?
    Os programas estão sendo atualizados. Do último concurso para cá muitas legislações foram revogadas ou alteradas. Mas a ideia é manter o esquema básico.

    Todo órgão público pode solicitar mais 50% das vagas ao Ministério do Planejamento, após a homologação do concurso. O Mapa vai fazer isso nesse concurso?
    Sim, pretendemos. Como informei, a demanda ainda é baixa para a nossa necessidade.

    Além do auxílio-alimentação, de R$373, a quais outros benefícios os servidores têm direito? Existe algum incentivo acadêmico?
    Nós temos também o auxílio-transporte e auxílio-saúde. E alguns convênios com planos de saúde, mas caso o servidor não tenha interesse em nenhum deles, pode solicitar o benefício e utilizá-lo na plano que melhor se adequar à sua necessidade, tendo uma pequena ajuda. Já na área acadêmica, está em discussão a criação de uma universidade corporativa, mas não há nada de concreto, ainda.

    Qual mensagem o senhor pode deixar para aqueles que vão participar do concurso?
    Estudem bastante, pois vale a pena! O nosso agronegócio está em constante expansão, com possibilidades de crescimento e aprendizado.
    Fonte:Folha Dirigida.

    1. bruno

      Vamos lá galera, temos que correr atras enquanto é tempo, força e vontade para nossa aprovação !

  2. everton campos

    Mais importante que a vontade de vencer é a coragem de começar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>